Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
blogsobrecontrolandopeso1

→ Curso Trabalhar Pela Internet Já 2.0 Dá certo?

Aplicativos E Tecnologia Mudam A Mobilidade Urbana O Dia


Mesmo de plantão no encerramento de semana, dei um jeitinho e tive o entusiasmo de assistir mais uma vez a uma apresentação da grande cantora Ekena (com Vinicus Lima) no Al Janiah. Bem como achei tempo com intenção de curtir os covers deliciosos da banda Tokakela no niver da Andrea, na Carauari. E ainda ‘fiz parte’ de um grupo de artistas soviéticos que discutiam o papel social da arte e lutavam por liberdade de sentença na Combinação Soviética dos anos setenta (no video ‘Doblatov‘). Curiosamente, as reinvindicações e as questões levantadas no longa russo são bem similares às que ouço da boca de escritores e músicos nos saraus de nossas periferias.


O que me faz pensar sobre o assunto os inmensuráveis modos que os sistemas opressivos (diversos deles ditos ‘democráticos’) têm pra confinar http://sitemktdigital30.beep.com/os-dez-youtubers-mais-ricos-do-brasil-2018-07-03.htm?nocache=1530646433 a posição e a arte dos que lhes são opositores (ou são, simplesmente, artistas independentes, impacientes e livres). Lá (nos anos 70) como cá (em éssepê, 2018), a independência é aquela flor tenra que precisa ser regada e protegida.


Não deixemos que a pisoteiem (tá rico em ‘candidatos’ a isso por aí). Respirar o perfume da autonomia é o que nos move. Here, there and everywhere. Agora escrevi por aqui, sobre o assunto nós, artistas da ‘resistência’ brasileira, todavia vale assim como para os escritores russos do vídeo: “mesmo que ninguém noticie, tem sarau a dar com pau, canais superlegais, coletivos ativos, teatros lotados e bandas às pampa comemorando aniversário.


Insiste e não desiste o nosso movimento que o corte no orçamento não desmonta. Desejo crescente de gente louca e determinada seguindo em frente. Caminhando e cantando e botando teu bloco pela avenida. Construindo música política http://areadedetonados206-blog.wallinside.com . Compondo versos de competição na unha e sem rancor. Nós e nossas bandeiras trincheiras de flor.



Nossa arma é nossa arte nossa bala é nosso amor. Sim, a gente EXISTE! Muito obrigado com intenção de quem resiste”. Moska está pela cidade. Sou superfã de suas levadas e letras. http://tecnicasarte2.unblog.fr/2018/07/03/e-voce-de-imediato-criou-o-seu-web-site/ você admira um serviço pop com tópicos inteligentes e melodias fantásticas, não deixe de ir nesse show. Ouvi discutir de Paulinho Moska primeiro no grupo vocal Garganta Profunda (que cantava Beatles, Jobim e óperas medievais), depois na banda de pop-rock Inimigos do Rei (dos divertidos hits Uma Barata Chamada Kafka e Adelaide).


Foi por este ano também que Moska iniciou intercâmbio musical com artistas da América do Sul. Gravou “A Idade do Céu”, versão tua pra “La Edad del Cielo”, do uruguaio Jorge Drexler. Depois, Drexler participou de seus shows no Brasil e o levou pra apresentações no Uruguai e pela Argentina, onde se aproximou do argentino Kevin Johansen, que participaria do álbum ao vivo “Muito Pouco Pra Todos”.



  1. Desenvolver nós mesmos uma página web

  2. um Tipos 1.Um Site Acadêmico

  3. http://netparaaprender99.qowap.com/14986061/dicas-de-nail-art-blogueiras-contam-os-melhores-truques-pra-unhas-decoradas

  4. Peças Básicas

  5. Qual teu vício açucarado

  6. 11 - Como receber dinheiro extra montando redes sociais



’, montado pelo carnavalesco Paulo Barros. Noticiando eventos alternativos nesse site, topei com os shows que um direito Videoclube Charada promovia em sua sede, em Sapopemba, na ZL. http://bebidawebsite06.blog2learn.com/14584267/como-criar-uma-p-gina-de-vendas-com-video depois que Gilberto Petruche, o dono, há longo tempo fazia do local um point de resistência cultural pra encontro de bandas e shows de artistas alternativos.


Rica Bigio Calado mostra o show ‘Calado! ’, um recital-documentário pra contrabaixo, eletrônica e vídeo, baseado no livro homônimo, ainda não publicado, de seu pai, Stenka Calado. A peça conta o assassinato de Jaime Calado, jornalista e associado do Partido Comunista Brasileiro, em 1949, durante manifestação contra Plínio Salgado, líder integralista (o fascismo brasileiro), em Fortaleza, Ceará.


Tags: blog

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl